Queda de cabelo como evitar?



 O que poucos sabem é que todo fio tem um tempo de vida. Ele nasce, cresce e, finalmente, cai. É um processo comum e a queda é apenas sinal de mudança do ciclo capilar. Nem todos os fios encontram-se na mesma fase, no entanto. Em condições normais, 85% dos fios do couro cabeludo estão crescendo enquanto o restante está em eflúvio, ou período de queda. Portanto, é normal que o cabelo caia ao lavar e pentear. Como a raiz permanece ativa, logo se inicia o crescimento de um novo fio.

O cabelo é composto por duas zonas principais:
1ª - A Fibra Capilar: que se encontra no exterior e é visível.
2ª - Folículo Capilar: que se situa sobre a pele do crânio. 
A zona mais profunda do folículo capilar é o bulbo, o qual está ancorado 4mm abaixo da hipoderme. O bulbo é composto pela matriz capilar, que consiste no local onde ocorre a multiplicação celular, e pela papila dérmica.
O cabelo não cresce de forma contínua, mas sim em ciclos sucessivos que compreendemos 3 fases:
  • Anagénica: fase crescimento
  • Catagénica: fase de regressão folicular
  • Telogénica: fase de queda
Queda excessiva é um problema

O problema aparece quando a queda  excessiva digamos de um modo geral, mais de 150 fios por dia. A queda de cabelos tem diversas causas, entre as mais comuns, podemos citar:

- Usar condicionador na raíz do cabelo, causa queda.
- Mudanças hormonais (comum em períodos como gestação, amamentação e menopausa, excesso de hormônios masculino, síndrome do ovário policístico)
- Predisposição genética
- Oleosidade e caspa
- Anemia (dieta pobre em ferro ou excessivo fluxo menstrual)
- Hipotireoidismo
- Estresse
- Dieta Inadequada (hipocalóricas, pobre em proteínas, ferro e minerais)
- Dermatites
- Medicamentos (corticoides)

A queda de cabelo do sexo feminino costuma ser diferente da no masculino. A calvície feminina começa com a perda de fios após a puberdade, e longo dos anos o cabelo vai ficando ralo e couro cabeludo mais evidente, principalmente no topo da cabeça. São mito raras as mulheres que ficam completamente carecas. O que acontece é um afinamento progressivo dos fios, geralmente a partir dos 30 anos.
Nos homens, a rareação provoca entradas e avança até a parte superior do couro cabeludo. Conforme o cabelo vai caindo, alguns novos fios nascem mais finos.



Alimentação influencia muito 

Os cabelos são compostos por proteínas, lipídeos, açúcares e minerais, por isso uma alimentação saudável influencia e muito na saúde dos cabelos. veja lista dos alimentos construtores, minerais e vitaminas para você incluir na sua dieta. Assim, seus cabelos ficarão mais forte e bonitos. Quanto mais colorido o seu prato na hora alimentação mais rico em vitaminas ele é, portanto abuse delas, frutas e verduras em geral.Vejam na figura que achei na  net.



Cuidados 

Use regulamente um shampoo anti-queda pra prevenir a perda do cabelo. Faça um cronograma capilar já falei disso aqui. As mulheres, de modo geral, aplicam de tudo no cabelo: tinturas, alisamentos relaxamentos e muitas outras coisas, e depois procuram tratamentos químicos pra os cabelos em busca de estética, tudo bem isso é comum, porém não se esqueça de devolver os nutrientes, vitaminas, aminoácidos, que o cabelo perde com tempo e pelos processos químicos, e vc faz isso fazendo um cronograma capilar, por isso é importante faze-lo. 

Quebra

Quebrar o cabelo significa romper internamente sua forma original. Quando o fio fica muito sensível e enfraquecido por procedimentos químicos perde a elasticidade e não consegue voltar ao seu formato original. Calor emitido pelo secador, escovação excessiva, processos de tingimento, alisamentos  podem lesionar o cabelo, formar pontas duplas e ressecar os fios, tornando-os sem brilho, textura. Essa falta de maleabilidade e resistência facilita a quebra.
"Muitas vezes madeixas quebradiças são opacas e carentes de proteína. O brilho dos fios está associado às glândulas sebáceas, responsáveis por lubrificar naturalmente os cabelos, produzindo oleosidade. Quando estão fracos e sensíveis, esta proteção natural não é suficiente", avalia Mauricio.
Penteados que deixam os fios muito esticados e apertados, como coques ou rabos de cavalo, podem contribuir para a quebra capilar. Além disso, é preciso atenção na hora de pentear os cabelos. As madeixas devem ser desembaraçadas na direção da ponta para a raiz.
Para avaliar a saúde das madeixas, é importante testar a elasticidade dos fios. "Um cabelo que é esticado e volta naturalmente ao seu estado natural é saudável. Quando essa qualidade é ausente, isso é sinônimo de quebra e ressecamento. Nesse caso, os cabelos precisam de hidratações semanais" cronograma capilar é primordial nesses casos. Confiram o vídeo explicativo que fiz Big Bjo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário